Pesquisar este blog

sexta-feira, 11 de julho de 2014

★ Recomendação: Romances de Época #1 ★

Olá, como vão?

Desculpem a minha demora para aparecer aqui de novo, estou meio perdida (para variar) e não consegui aproveitar muito bem meu tempo. Espero que isso mude com as férias verdadeiras agora, porque eu tenho sérias dificuldades para administrar esse tipo de coisa! Estou pensando em escrever um cronograma (ou algo do tipo) para organizar a vida, quem sabe ajuda, haha. Mas enfim, essa postagem não é sobre nenhum desses assuntos...

O que eu deveria estar dizendo é que, apesar dos pesares, consegui terminar de ler Orlando esses dias e isso me lembrou que já faz um tempo que eu queria escrever um post para recomendar livros. O título é meio genérico (porque eu não sabia exatamente como nomear), mas eu tentei montar uma lista de livros dos quais eu tenha lido e gostado, e que se passem no passado (ou tenham sido inspirados, etc). A ordem dos nomes é irrelevante, e como não deu para colocar todos, talvez eu faça uma segunda edição. :)

Então vamos lá!

★ Recomendação: Romances de Época 
link

1. Orlando - Virgínia Woolf

Dizer que Orlando é de "época", no sentido que nós empregamos aqui, é até simples: o complicado mesmo é dizer qual época é essa. O livro, escrito por Virgínia Woolf foi lançado em 1928. É uma espécie de biografia fictícia (embora tenha sido baseada em Vita Sackville-West) de Orlando, um nobre inglês dotado de imortalidade. Por esse motivo a narrativa se estende por diversos períodos históricos até alcançar o "presente". A obra discute alguns temas pertinentes a época em que foi lançado (e a outras épocas também), como os papeis de gêneros, a própria literatura, o amor e a vida como um todo.

Link

2. Orgulho e Preconceito - Jane Austen

Eu gosto muito de todos os livros da Jane Austen, mas se você nunca leu nenhum, talvez queira começar por Orgulho e Preconceito, que é muito provavelmente seu romance mais conhecido. Foi publicado em 1813, e é bastante popular até hoje. Conta a história da família Bennet, dando foco a Elizabeth Bennet, a segunda filha mais velha. O romance se passa na sociedade rural inglesa do século XIX, com seus costumes e preconceitos (com o perdão do uso dessa palavra aqui). É inteligente, cativante e divertido. É um dos meus livros favoritos até hoje, com alguns dos meus personagens preferidos também.

Link
3. O Conde de Monte Cristo - Alexandre Dumas

Também recomendaria Os Três Mosqueteiros (que é ótimo, então eu estou recomendando mesmo assim, rs), mas para não deixar a lista longa, escolhi de Alexandre Dumas, O Conde de Montre Cristo. O livro foi concluído em 1844 mas é imensamente influente até hoje também. Conta a história de Edmond Dantès e sua saga vingativa que se inicia depois de o jovem ter sido preso injustamente - resultado de uma confabulação entre certas personagens, que se aproveitaram de sua ingenuidade para culpá-lo de um crime contra a segurança do Estado. Quando consegue sair da prisão encontra um tesouro na Ilha de Monte Cristo e parte, agora rico, para vingar-se. A narrativa é maravilhosa, rápida e consistente, e um tema tão delicado quanto a justiça é tratado dos mais diversos ângulos.

Link

4. O Retrato de Dorian Gray - Oscar Wilde

Como essa lista é sobre livros que mais gosto, com certeza iriam aparecer alguns autores que mais gosto também: Oscar Wilde é um deles. O Retrato de Dorian Gray, assim como as demais obras dessa lista, é bastante famosa. O livro foi lançado 1891, apesar de já ter vindo a público em uma série, em 1890. Sofreu inúmeras alterações porque não era compatível com a época, considerado ousado demais em seu original. Conta a história de Dorian Gray, um jovem gracioso que tem sua imagem imortalizada em um retrato pintado por seu amigo Basil Hallward. Sendo influenciado por Lord Henry Wotton, acaba por desenvolver uma personalidade narcísica e hedonista. Dorian Gray torna-se incapaz de envelhecer, enquanto o retrato exibe sua decadência. É uma leitura sobre mentiras e aparências, irônica e muito bem escrita.


5. O Grande Gatsby - F. Scott Fitzgerald

Publicado em 1925, O Grande Gatsby tornou-se uma referência na literatura americana. A história se passa em 1922, e seu protagonista é Nick Carraway que muda-se para perto da mansão do misterioso Jay Gatsby. Como ninguém realmente conhece o passado de Gatsby, rumores de toda a sorte se espalham sobre a sua fortuna. Nick acaba sendo inserido nos segredos do homem depois de travar conhecimento com ele em algumas visitas à mansão (que sempre oferece festas gigantescas) e por seu relacionamento com Daisy. O livro critica o estilo de vida materialista e passa uma bela descrição dos "loucos anos 20". Confesso que li esse livro recentemente, antes de assistir ao filme novo, e o livro não me decepcionou em nada, é ótimo! (Já o filme é mais ou menos, cof cof).

Link
6. O Fantasma da Ópera - Gaston Leroux

Acho que não é segredo para ninguém que eu sou meio viciada no musical O Fantasma da Ópera do Andrew Lloyd Webber, mas o livro que deu origem a peça, escrito por Gaston Leroux é igualmente maravilhoso. Foi publicado pela primeira vez em 1910, mas a história se passa no século XIX. Conta a ascensão de Christine Daaé na Ópera de Paris, lugar que, de acordo com seus funcionários, é assombrado por um inexplicável fantasma. Os administradores da ópera, por sua vez, são chantageados a pagar uma soma de 20 mil francos e manter o camarote número cinco sempre vazio por alguém que se intitula o próprio Fantasma. Christine também afirma ter tido lições de canto com o Anjo da Música, teoricamente enviado do céu por seu pai. É uma história interessantíssima, hora densa, hora divertida. O autor escreve como um investigador do caso, apresentando notas e relatos. É um dos meus livros favoritos também.


E por hoje são esses. Acho que nenhum precisava mesmo de recomendação, para ser sincera, mas talvez ajude você a se decidir o que pretende ler depois. :)
E vocês, já leram alguns destes? Têm alguma recomendação também?

Vou ficando por aqui, até breve!

Milky

4 comentários:

Luciana Santos disse...

De todos os livros citados, ainda não li Orlando e O Conde de Monte Cristo (mas assisti o desenho animado e o filme com Gerard Depardieu, que é muito bom). pessoalmente, achei o livro do Gaston Leroux muito "engraçadinho", por isso preferi o musical (maravilhoso). Parabéns pelas sugestões, são de muito bom gosto.

Milky Yoko disse...

Ah, entendo, haha. Esse livro do Leroux não foi nada do que eu imaginava que seria também (porque eu vi o musical primeiro), mas acabei gostando justamente por ser tão diferente. ^^'>

Luck Star disse...

Adorei as dicas de leitura...você é muito refinada e inteligentíssima...escreve muito bem Parabéns

Milky Yoko disse...

Muitíssimo obrigada! :D

recommend

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...